TELEFONES: (16) 4141-1315 / 3021-9409
CELULAR: (16) 9.9792-1049
RIBEIRÃO PRETO / SP

A PRIMEIRA QUERMESSE                                 
        

         O Sr. Geraldo Melado era o responsável pelas atividades da igreja de minha cidade, e tinha uma voz maravilhosa para falar no alto-falante da igreja:

_”Ouvintes do alto-falante da voz paroquial...” fazia uma breve pausa e colocava um fundo musical muito conhecido por lá, até os dias de hoje:

_ ” sabiá, sabiá,sabiá, sabiá, sabiá sabiá, aaa eu não posso cantar” continuava, ele: _ "em breve teremos na nossa praça a cantora Marcinha, que nos dará a honra de sua presença, animando a todos os sanjoanenses e visitantes, na quermesse. Não perca esta grande festa aqui na nossa cidade..."
           O som do alto-falante era ouvido na cidade toda. E nós, que morávamos, há três quilômetros da cidade, ouvíamos a mensagem bem distorcida e com certa reverberação. Mesmo assim, no quintal de minha casa, o ouvi anunciar que eu cantaria na quermesse da igreja. Ele não me convidou formalmente, foi logo ao alto falante da igreja, e comunicou o fato à cidade inteira. Fiquei atônita, então pensei: _ “ nossa estou ficando famosa, tenho que cantar uma música bem bonita” .

          Como tinha influencia pelo estilo sertanejo, escolhi uma musica sertaneja que mais tocava nas rádios, daquela época: "Menina apaixonada”, sucesso da dupla: As Mineirinhas.

         Eu conhecia a musica, mas não sabia a letra por inteiro, já que não possuía um toca discos e nem um gravador, em casa. Quando alguma emissora de rádio a tocava, eu copiava à mão, mas sempre faltava algum pedaço para concluir. Na radio, da cidade vizinha, podia programar uma música, caso ela fosse oferecida a algum aniversariante do dia. Arrumei o aniversariante, mas este serviço era pago, e eu não tinha o dinheiro para contratá-lo. Pedir para meu pai? Não, ele não aprovaria...

Como alternativa, sai pela cidade, e vendi os extras da produção da roça: ovos, leite, banana... e  rapidamente a quantia necessária foi juntada. Assim, a música foi programada para tocar, às 15 horas. Meu amigo “ Lazinho” era quem a gravaria para mim, já que tinha um ótimo aparelho de som.Por circunstâncias meteorológicas, às 15 horas em ponto, choveu muito naquele dia, e as trovoadas e os trovões interferiam nas ondas da emissora; e a fita que meu amigo gravou ficou cheia de barulho.

Fiz a programação por mais três vezes, sem obter nenhum sucesso, pois todos os dias, no horário em que a musica seria tocada, chovia. Depois disto, já desanimada, descobri que o pessoal da rádio gravaria no próprio estúdio, se eu tivesse pedido. Posta desta informação, assim o fiz, e agora com a fita cassete em mãos, realizei o meu grande sonho: o de aprender a musica: Menina apaixonada, das Mineirinhas, e cantá-la na quermesse da igreja de são João da Mata... 

Beatriz, Silvania, Jak, Cidinha, Helenice, Dirlene, Márcia, Juciene e Jacira Márcia (Naja)